← Desenvolvimento

MADE In Portugal (Not)

Lida 1776 vezes

Offline

epsy 
Membro
Mensagens 553 Gostos 1
Feedback +1

Troféus totais: 25
Trófeus: (Ver todos)
Search Windows User Super Combination Combination Topic Starter Poll Voter Level 4 Level 3 Level 2 Level 1

Made in Portugal

O ZÉ, depois de dormir numa almofada de algodão (Made in Egipt), começou o dia bem cedo, acordado pelo despertador (Made in Japan) às 7 da manhã.

Depois de um banho com sabonete (Made in France) e enquanto o café (importado da Colômbia) estava a fazer na máquina (Made in Chech Republic), barbeou-se com a máquina eléctrica (Made in China).

Vestiu uma camisa (Made in Sri Lanka), jeans de marca (Made in Singapure) e um relógio de bolso (Made in Swiss).

 
Depois de preparar as torradas de trigo (produced in USA) na sua torradeira (Made in Germany) e enquanto tomava o café numa chávena (Made in Spain), pegou na máquina de calcular (Made in Korea) para ver quanto é que poderia gastar nesse dia e consultou a Internet no seu computador (Made in Thailand) para ver as previsões meteorológicas.

 
Depois de ouvir as notícias pela rádio (Made in India), ainda bebeu um sumo de laranja (produced in Israel), entrou no carro FIAT (Made in Itália) e continuou à procura de emprego.

 
Ao fim de mais um dia frustrante, com muitos contactos feitos através do seu telemóvel (Made in Finland) e, após comer uma pizza (Made in Italy), o António decidiu relaxar por uns instantes.

 
Calçou as suas sandálias (Made in Brazil), sentou-se num sofá (Made in Denmark), serviu-se de um copo de vinho (produced in Chile), ligou a TV (Made in Indonésia) e pôs-se a pensar porque é que não conseguia encontrar um emprego em PORTUGAL...
 

 
(O Ministério da Economia de Espanha estima que se cada espanhol consumir mais 150 EUROS de  produtos nacionais, por ano, a economia cresce acima de todas as estimativas e, ainda por cima, cria postos de trabalho.)
 
Offline

Octávio Alves 
Membro
Mensagens 963 Gostos 36
Feedback +25

Troféus totais: 27
Trófeus: (Ver todos)
Windows User Super Combination Combination Topic Starter Poll Voter Level 5 Level 4 Level 3 Level 2 Level 1

Infelizmente esta é a realidade.

Eu sempre tive a ideia que uma forma de conseguir fazer crescer Portugal era que todos os Portugueses se apercebesses e comprassem apenas produtos portugueses sempre que possível.

E isto porque?

Ora bem, a pessoa recebe o ordenado (pressupondo que trabalha) e vai às compras.

Faz as suas compras para o mês e gasta 150€, sendo 100€ em produtos Made in Portugal.
Depois, vai comprar roupa e calçado, gastando 100€ em produtos Made in Portugal.

Ora, ao comprar produtos Made in Portugal, vai aumentar as vendas das empresas/fabricas portuguesas, com isso, aumenta a produção dos produtos Made in Portugal.

Ao aumentar a produção, as empresas contratam mais pessoas para dar vazão às encomendas.

Ao contratar mais pessoas, vai haver mais pessoas com ordenados e com isso também gastar.

Se essas pessoas também comprarem produtos Made in Portugal, vai aumentar mais a produção, que faz aumentar o emprego, que faz aumentar o número de pessoas empregas, que faz aumentar a posse de compra, que faz aumentar a procura dos produtos Made in Portugal...

E isto torna-se um ciclo vicioso.

Por isso, pensem quem quando comprar produtos portugueses, estão a ajudar não apenas a economia mas também pessoas desempregadas a arranjar emprego!
Offline

fmnj 
Membro
Mensagens 338 Gostos 1
Feedback +7

Troféus totais: 26
Trófeus: (Ver todos)
Level 5 Tenth year Anniversary Windows User Super Combination Combination Topic Starter Poll Voter Level 4 Level 3 Level 2

Faltou dizeres ciclo vicioso POSITIVO.
Offline

s3v3n 
Membro
Mensagens 503 Gostos 1
Feedback +6

Troféus totais: 21
Trófeus: (Ver todos)
Super Combination Combination Topic Starter Level 4 Level 3 Level 2 Level 1 500 Posts 100 Posts 50 Posts


Tenho conhecimento que os produtores do Algarve de arvores de citrinos vende para o Holanda e depois volta ao consumidor Portugues....
Mas o problema é que se comprar em Portugal ainda fica mais caro... Não intendo isto.

Seja um planta custa 2 euros + transporte +- 50% valor da planta.
Chega Holanda por 3euros depois + isto e + aquilo vendem para Portugal por 4 + 50% transporte. Fica por 6 euros a venda em Portugal .

Se forem comprar diretamente ao produtor em Portugal pagam 10 euros  :shock:

Isto e muito mais que vem de Portugal e torna a voltar...

Isto sei que é verdade ....

O que vem de fora é que é BOM ....Esta é a mentalidade que existe muito em Portugal.
e depois por não falar que Portugal tem o 3 melhor garagem da Europa. Só se ve carro top gama e novinhos...
Offline

epsy 
Membro
Mensagens 553 Gostos 1
Feedback +1

Troféus totais: 25
Trófeus: (Ver todos)
Search Windows User Super Combination Combination Topic Starter Poll Voter Level 4 Level 3 Level 2 Level 1

Portugal precisava de ter uma política comercial mais proteccionista. Apesar de estarmos na União Europeia, devíamos poder proteger mais a nossa produção.

O Brasil iniciou há uns anos uma política de protecção da produção nacional e com bons resultados. Para importar bens do exterior pagava-se uma taxa alta. Isso levou a que fosse mais vantajoso produzir no Brasil e comprar o que era brasileiro.

O Brasil por exemplo tem produção de automóveis, e desde 2000 tem uma balança comercial com lucro.
Offline

kurtmix 
Membro
Mensagens 1895 Gostos 605
Feedback +4

Troféus totais: 28
Trófeus: (Ver todos)
Tenth year Anniversary Nineth year Anniversary Eighth year Anniversary Seventh year Anniversary Search Level 5 Windows User Super Combination Combination Topic Starter

Portugal precisava de ter uma política comercial mais proteccionista. Apesar de estarmos na União Europeia, devíamos poder proteger mais a nossa produção.

O Brasil iniciou há uns anos uma política de protecção da produção nacional e com bons resultados. Para importar bens do exterior pagava-se uma taxa alta. Isso levou a que fosse mais vantajoso produzir no Brasil e comprar o que era brasileiro.

O Brasil por exemplo tem produção de automóveis, e desde 2000 tem uma balança comercial com lucro.

Não comparemos um país como o Brasil com Portugal. Sem importações muita gente ia cair na miséria.
Vivo perto de Espanha e vejo produtos portugueses a serem vendidos lá mais barato que aqui em Portugal. Sou testemunho de filas imensas de carros a ir atestar na bombas espanholas com uma diferença muitas vezes de 0,30€ por litro. Vejo carregarem garrafas de gás da galp que em Espanha custam pouco mais de metade do preço que custam em Portugal.
Vejo vinhos portugueses a serem vendidos com 20 a 30% de diferença para Portugal (e não é pelo IVA porque lá o iva está agora a 21 e nós a 23, apenas 2% de diferença).

Abrem os mercados aos tecidos da India, aos produtos Chineses e muitas vezes nem reparamos que mais de 70% dos produtos de consumo não alimentar, que se vendem em Portugal são da china tailandia e india.
É preciso consciencialização e não apenas uma politica de protecção de mercado. A abterura de fronteiras e a livre circulação de pessoas e bens tem vantagens e desvantagens...