← Conversa Geral

Ajudem o David Guedes

Lida 4194 vezes

Offline

Bruno Mota 
Membro
Mensagens 1733 Gostos 3
Troféus totais: 28
Trófeus: (Ver todos)
Super Combination Combination Topic Starter 10 Poll Votes Poll Voter Level 5 Level 4 Level 3 Level 2 Level 1

Boas pessoal estou aqui hoje não para divulgar um site mas para divulgar uma causa.

O David é um rapaz de 8anos que vive no Entroncamento e precisa da vossa ajuda. O David precisa de um equipamento chamado “Lupa TV” que custa cerca de 3000 euros.

Isto aconteceu depois de o David nascer foi detectado um problema na sua visão, foi submetido a uma cirurgia que resultou nisto!

O David precisa de uma LUPA TV de 5X que relembro custa cerca de 3000€ (três mil euros).

Para ajudar o David pode entrar em contacto das seguintes formas:

E-mail: ajudadavid@dmsegur.pt
Telemóvel (Responsável pela campanha): 919 153 732
Telemóvel (Irmão do David): 917152297

Ajudem o David.

Mais informações http://tudo.ca/tudo/?p=75
Offline

Nelson de Sousa 
Membro
Mensagens 833 Gostos 0
Feedback +5

Troféus totais: 27
Trófeus: (Ver todos)
Windows User Super Combination Combination Topic Starter Poll Voter Level 5 Level 4 Level 3 Level 2 Level 1

Os autores do blog não tomaram atenção..
Como é possível ter sido internado a 1999 e agora ainda tem 8 anos?  :-k
Offline

Bruno Mota 
Membro
Mensagens 1733 Gostos 3
Troféus totais: 28
Trófeus: (Ver todos)
Super Combination Combination Topic Starter 10 Poll Votes Poll Voter Level 5 Level 4 Level 3 Level 2 Level 1

Foi lapso meu
10 anos
Offline

Rodrigues 
Membro
Mensagens 1786 Gostos 1
Feedback +5

Troféus totais: 26
Trófeus: (Ver todos)
Super Combination Combination Topic Starter 10 Poll Votes Poll Voter Level 5 Level 4 Level 3 Level 2 Level 1

Tens consciência que 99% desses "pedidos" são completamente falsos e apenas um esquema para sacarem os emails das pessoas (sim, porque nunca se lembrar que o BCC existe por uma razão)? Não sei se é o caso aqui atenção, mas de qualquer acho que este fórum não é o local indicado para  estas coisas, se quiser ouvir sobre caridade acedo a www.unicef.org, o que não faltam são crianças que morrem à fome todos os dias que também precisam de ajuda, não preciso de levar com isso no site para webmasters.

Já não me bastava as gajas que me entopem a caixa de email e o Facebook com estas coisas agora é no +T tb?  :-P

Não leves a mal, não estou a mandar vir contigo, mas o pessoal abusa com estas coisas e a maioria são falsas. Este tipo de emails ou videos não têm credibilidade nenhuma a não ser que venham de uma organização credível de caridade.
Offline

mestreamateur 
Membro
Mensagens 671 Gostos 0
Feedback +1

Troféus totais: 27
Trófeus: (Ver todos)
Windows User Super Combination Combination Topic Starter Poll Voter Poll Starter Level 5 Level 4 Level 3 Level 2

Tens consciência que 99% desses "pedidos" são completamente falsos e apenas um esquema para sacarem os emails das pessoas (sim, porque nunca se lembrar que o BCC existe por uma razão)? Não sei se é o caso aqui atenção, mas de qualquer acho que este fórum não é o local indicado para  estas coisas, se quiser ouvir sobre caridade acedo a www.unicef.org, o que não faltam são crianças que morrem à fome todos os dias que também precisam de ajuda, não preciso de levar com isso no site para webmasters.

Já não me bastava as gajas que me entopem a caixa de email e o Facebook com estas coisas agora é no +T tb?  :-P

Não leves a mal, não estou a mandar vir contigo, mas o pessoal abusa com estas coisas e a maioria são falsas. Este tipo de emails ou videos não têm credibilidade nenhuma a não ser que venham de uma organização credível de caridade.

Sublinho!
Offline

Bruno Mota 
Membro
Mensagens 1733 Gostos 3
Troféus totais: 28
Trófeus: (Ver todos)
Super Combination Combination Topic Starter 10 Poll Votes Poll Voter Level 5 Level 4 Level 3 Level 2 Level 1

Só publiquei o caso porque é irmao de um amigo meu
Offline

João Madeira 
Membro
Mensagens 655 Gostos 1
Feedback +3

Troféus totais: 25
Trófeus: (Ver todos)
Windows User Super Combination Combination Topic Starter 10 Poll Votes Poll Voter Level 4 Level 3 Level 2 Level 1

Até pode ser irmão de um amigo teu mas olha só o método que usam:
http://daopay.com/payment/?appcode=61536&prodcode=10001

Usar o DaoPay? LOL, o DaoPay, segundo aquilo que sei fica com alguns 70% dos pagamentos para eles ...
Não entendo como querem comprar a Lupa TV a pedir doações via DaoPay
Offline

Bruno Mota 
Membro
Mensagens 1733 Gostos 3
Troféus totais: 28
Trófeus: (Ver todos)
Super Combination Combination Topic Starter 10 Poll Votes Poll Voter Level 5 Level 4 Level 3 Level 2 Level 1

João Madeira é apenas uma das maneiras de ajudar quem não têm outras possibilidades. mais informações como números de contas devem ser solicitados.
Offline

cjseven 
Administrador
Mensagens 1809 Gostos 26
Feedback +3

Troféus totais: 28
Trófeus: (Ver todos)
Super Combination Combination Topic Starter Poll Voter Level 5 Level 4 Level 3 Level 2 Level 1 1000 Posts

Bruno,

Movi este tópico para a conversa geral pois não tem nada a ver com promoção de sites, certo?

Quanto à motivação do tópico, sinto muito que o irmão do teu amigo esteja nesta situação mas pedir doaçoes através de um sistema que cobra 6 para doar 2, é absurdo.

Por outro lado, este tipo de anúncios tem de ser bem fundamentado. Não basta colocar um vídeo no youtube e venha o "guito", independentemente da veracidade da história.

Como já foi dito não faltam histórias verdadeiramente comoventes que entopem todos os dias os servidores de mail. A maior parte são grande tangas espetadas por oportunistas.

Há aí uma que a pessoa na foto já deve ser adolescente e meia volta aparece de fraldas com um problema qualquer.

Enfim... pode ser que Deus, o karma ou o destino dê uma lição de vida a essas pessoas que utilizam estas "técnicas".

Este estado actual leva à multiplicação destes pedidos. O que é curioso é que pelos vistos vivemos num regime social mas o socialismo só dá é na multiplicação de instituições de caridade - a maioria não resolve os problemas de fundo e só dão o peixe, não ensinando a pescar.

No país que idealizo, este tipo de pedidos ou instituições criadas com missões a longo prazo nunca deveriam de existir. O Estado é que tem de assumir as suas responsabilidades face aos cidadãos mais desprotegidos (leia-se desprotegidos e não preguiçosos e irresponsáveis perante a sua vida).

Boa sorte para o irmão do teu amigo. No teu lugar em vez de / ou apenas criar um site para recolher donativos, criava um site que denunciasse a falta de responsabilidade do Estado face aos cidadãos do seu pais, personalizando com este caso específico.
Offline

Bruno Mota 
Membro
Mensagens 1733 Gostos 3
Troféus totais: 28
Trófeus: (Ver todos)
Super Combination Combination Topic Starter 10 Poll Votes Poll Voter Level 5 Level 4 Level 3 Level 2 Level 1

cjseven agradeço os teus conselhos, estou neste momento a "promover" este assunto de outras formas segunda feira estará espalhado um cartaz sobre o David em praticamente todos os espaços comerciais do Entroncamento e alguns nos arredores estamos motivados para que o futuro sorria ao David.

Estou neste momento a editar um video onde analisa de perto a situação do David onde falo com ele e a familia.

Mais uma vez obrigado
Offline

mestreamateur 
Membro
Mensagens 671 Gostos 0
Feedback +1

Troféus totais: 27
Trófeus: (Ver todos)
Windows User Super Combination Combination Topic Starter Poll Voter Poll Starter Level 5 Level 4 Level 3 Level 2

No país que idealizo, este tipo de pedidos ou instituições criadas com missões a longo prazo nunca deveriam de existir. O Estado é que tem de assumir as suas responsabilidades face aos cidadãos mais desprotegidos (leia-se desprotegidos e não preguiçosos e irresponsáveis perante a sua vida).

Se me permites, não concordo muito com isso. É uma ideia que deriva muito do Comunismo em que o estado assume essas e outras responsabilidades.

Eu acredito mais em que instituições dessas devem de existir e ser auto-sustentáveis de modo a conseguir ajudar as pessoas que necessitam e ao mesmo tempo gerar fundos para subsidiar todo o mecanismo que é a instituição, desde ordenados para os funcionários como fundos para promoção e angariação de mais fundos.


Isto porque o estado não tem um tosto furado e estar a depender dele não vai levar a lado nenhum. É muito bonito ver-se como funcionam outros países da Europa onde se desconta 50% e tem-se tudo em condições, o problema é que a mentalidade dos Portugueses não permite isso, portanto a solução penso que parte por a auto-sustentabilidade.

Um Exemplo era: Uma instituição dessas organizar um desses Festivais de Verão que geram muitos lucros e pegar nesse dinheiro todo e ajudar as pessoas.


Já agora, noutros países, nomeadamente nos US é normal os funcionários de uma instituição oferecerem um dia de trabalho (ordenado correspondente) para ajudar alguém que precise, relacionado ou não com a mesma instituição.
Offline

cjseven 
Administrador
Mensagens 1809 Gostos 26
Feedback +3

Troféus totais: 28
Trófeus: (Ver todos)
Super Combination Combination Topic Starter Poll Voter Level 5 Level 4 Level 3 Level 2 Level 1 1000 Posts

Se me permites, não concordo muito com isso. É uma ideia que deriva muito do Comunismo em que o estado assume essas e outras responsabilidades.

Eu acredito mais em que instituições dessas devem de existir e ser auto-sustentáveis de modo a conseguir ajudar as pessoas que necessitam e ao mesmo tempo gerar fundos para subsidiar todo o mecanismo que é a instituição, desde ordenados para os funcionários como fundos para promoção e angariação de mais fundos.


Isto porque o estado não tem um tosto furado e estar a depender dele não vai levar a lado nenhum. É muito bonito ver-se como funcionam outros países da Europa onde se desconta 50% e tem-se tudo em condições, o problema é que a mentalidade dos Portugueses não permite isso, portanto a solução penso que parte por a auto-sustentabilidade.

Um Exemplo era: Uma instituição dessas organizar um desses Festivais de Verão que geram muitos lucros e pegar nesse dinheiro todo e ajudar as pessoas.


Já agora, noutros países, nomeadamente nos US é normal os funcionários de uma instituição oferecerem um dia de trabalho (ordenado correspondente) para ajudar alguém que precise, relacionado ou não com a mesma instituição.

Percebo a forma como interpretaste a frase mas devo dizer que não era de todo a minha intenção promover o comunismo. Aliás, muito pelo contrário.

A ideia é promover o "responsabilismo" pois a responsabilidade é uma palavra esquecida quer na Europa quer nos outros países. Os US aproximam-se mais desse conceito mas por outro lado promovem a existência da caridade a longo prazo, algo que eu abomino pois se permitirmos que a promoção da caridade (associações, instituições, etc) seja um posto de trabalho, ninguém quererá acabar com as motivações para a mesma - ficam sem trabalho.

Para comprovar esta afirmação, é ver a quantidade de instituições que se multiplicam como cogumelos. Vao elas resolver os problemas? Eu não acredito.

Por isso temos, por exemplo, concorrência na ajuda aos sem abrigo na noite de Lisboa (bem demonstrado num último documentário da RTP2). A instituição x leva sopa às 9h, a instituição y leva leite às 10h e a instituição z leva umas bolachas às 11h, dia após dia, semana após semana, mês após mês... Faz isto algum sentido? Na minha perspectiva, não.

Quero eu dizer que não devia ser permitido criar as associações? Claro que não. Todas as minorias ou grupos com problemas devem ter direito a associar-se. Contudo essas associações devem ter um propósito a curto prazo para alertar / resolver a situação. E após este curto prazo, se o problema persistir, a responsabilidade pelo mesmo deve ser encarada pelo Estado / Governo / Autoridades responsáveis (são estes os titulares do poder democrático e são eles os encarregados de defender / incentivar / promover todos os cidadãos, desde os sem abrigo, até ao Belmiro de Azevedo).

Os responsáveis eleitos têm de encarar esta responsabilidade (responsabilismo) com competência e mostrar resultados (caso contrário saltem fora do poleiro). E os cidadãos devem exigir com determinação essa competência a quem faz parte do Estado e ao mesmo tempo assumir a responsabilidade pelas suas próprias vidas e pelas suas situações pessoais (responsabilismo) em vez de andar uma boa parte atrás do subsidio e a passar a responsabilidade das suas vidas para os ombros das outras pessoas.

P.S. A palavra responsabilismo não existe! :D Votem em mim para "Chefe do rectângulo" que eu coloco-a no dicionário! ;)

P.S. 2. Atenção que se chegar a chefe, serei ditador enquanto lá estiver! :D
Offline

Bruno Mota 
Membro
Mensagens 1733 Gostos 3
Troféus totais: 28
Trófeus: (Ver todos)
Super Combination Combination Topic Starter 10 Poll Votes Poll Voter Level 5 Level 4 Level 3 Level 2 Level 1

CJ deste-me uma boa ideia para um próximo projecto politica é um bom tema
Offline

mestreamateur 
Membro
Mensagens 671 Gostos 0
Feedback +1

Troféus totais: 27
Trófeus: (Ver todos)
Windows User Super Combination Combination Topic Starter Poll Voter Poll Starter Level 5 Level 4 Level 3 Level 2

Percebo a forma como interpretaste a frase mas devo dizer que não era de todo a minha intenção promover o comunismo. Aliás, muito pelo contrário.

A ideia é promover o "responsabilismo" pois a responsabilidade é uma palavra esquecida quer na Europa quer nos outros países. Os US aproximam-se mais desse conceito mas por outro lado promovem a existência da caridade a longo prazo, algo que eu abomino pois se permitirmos que a promoção da caridade (associações, instituições, etc) seja um posto de trabalho, ninguém quererá acabar com as motivações para a mesma - ficam sem trabalho.

Para comprovar esta afirmação, é ver a quantidade de instituições que se multiplicam como cogumelos. Vao elas resolver os problemas? Eu não acredito.

Por isso temos, por exemplo, concorrência na ajuda aos sem abrigo na noite de Lisboa (bem demonstrado num último documentário da RTP2). A instituição x leva sopa às 9h, a instituição y leva leite às 10h e a instituição z leva umas bolachas às 11h, dia após dia, semana após semana, mês após mês... Faz isto algum sentido? Na minha perspectiva, não.

Quero eu dizer que não devia ser permitido criar as associações? Claro que não. Todas as minorias ou grupos com problemas devem ter direito a associar-se. Contudo essas associações devem ter um propósito a curto prazo para alertar / resolver a situação. E após este curto prazo, se o problema persistir, a responsabilidade pelo mesmo deve ser encarada pelo Estado / Governo / Autoridades responsáveis (são estes os titulares do poder democrático e são eles os encarregados de defender / incentivar / promover todos os cidadãos, desde os sem abrigo, até ao Belmiro de Azevedo).

Os responsáveis eleitos têm de encarar esta responsabilidade (responsabilismo) com competência e mostrar resultados (caso contrário saltem fora do poleiro). E os cidadãos devem exigir com determinação essa competência a quem faz parte do Estado e ao mesmo tempo assumir a responsabilidade pelas suas próprias vidas e pelas suas situações pessoais (responsabilismo) em vez de andar uma boa parte atrás do subsidio e a passar a responsabilidade das suas vidas para os ombros das outras pessoas.

P.S. A palavra responsabilismo não existe! :D Votem em mim para "Chefe do rectângulo" que eu coloco-a no dicionário! ;)

P.S. 2. Atenção que se chegar a chefe, serei ditador enquanto lá estiver! :D


Acho que te falta conhecer melhor a realidade em que vivemos e ter algum contacto com malta que viva com alguma deficiência, há muitas pessoas mesmo. Deve de haver responsabilidade sim, mas não creio que o Estado deva ter a fatia toda.

Por exemplo, há casais que mesmo sabendo que o filho vai nascer com uma deficiência preferem não abortar. E muitos outros, que mesmo havendo tecnologia para se detectar algumas anomalias precocemente, preferem não recorrer a nenhuma. Logo por aí penso que a responsabilidade deve ser dessas mesmas pessoas.

Acontece que essas mesmas pessoas depois em vez de irem trabalhar não podem, porque tÊm que tomar conta dos filhos...

É complicado este assunto, mas sinceramente gostava de acreditar que todos queremos ter filhos sãos e saudáveis.
Offline

cjseven 
Administrador
Mensagens 1809 Gostos 26
Feedback +3

Troféus totais: 28
Trófeus: (Ver todos)
Super Combination Combination Topic Starter Poll Voter Level 5 Level 4 Level 3 Level 2 Level 1 1000 Posts


Acho que te falta conhecer melhor a realidade em que vivemos e ter algum contacto com malta que viva com alguma deficiência, há muitas pessoas mesmo. Deve de haver responsabilidade sim, mas não creio que o Estado deva ter a fatia toda.

Por exemplo, há casais que mesmo sabendo que o filho vai nascer com uma deficiência preferem não abortar. E muitos outros, que mesmo havendo tecnologia para se detectar algumas anomalias precocemente, preferem não recorrer a nenhuma. Logo por aí penso que a responsabilidade deve ser dessas mesmas pessoas.

Acontece que essas mesmas pessoas depois em vez de irem trabalhar não podem, porque tÊm que tomar conta dos filhos...

É complicado este assunto, mas sinceramente gostava de acreditar que todos queremos ter filhos sãos e saudáveis.

What a f*** are you talking about?! :D

Por acaso leste o que eu escrevi? Com atenção?

Desculpa mas não vejo nenhum fundamento nestas tuas palavras para me dizeres "Acho que te falta conhecer melhor a realidade em que vivemos".

O que eu escrevi não se aplica a casos particulares (ao vizinho da esquina, ao deficiente mental, ou ao artista de circo). Estou a falar de política. A política faz as Leis. E as Leis aplicam-se em abstracto (ou pelo menos deviam).

Se quiseres discutir opiniões e pontos de vista políticos, óptimo. Agora atirar palha para a conversa que pouco ou nada acrescenta, ou fazeres juízos de valor da minha pessoa sem apresentares qualquer fundamento e ainda por cima seres inconsistente nas tuas ideias, mais vale estares calado - ou então ficas a falar sozinho.

O que é que tem a ver com o assunto o aborto por parte de familias que esperam filhos com deficiência?

E onde é que eu disse que o Estado tem de assumir a responsabilidade toda? Por acaso leste o meu último parágrafo (antes dos PSs)?

E já agora:

"Acho que te falta conhecer melhor a realidade em que vivemos e ter algum contacto com malta que viva com alguma deficiência, há muitas pessoas mesmo."

Aqui fazes um juízo de valor da minha pessoa como se eu fosse um cretino que está a marimbar-se para aqueles que o destino escolheu uma condição de vida diferente da minha.

"Deve de haver responsabilidade sim, mas não creio que o Estado deva ter a fatia toda."

Logo a seguir, dizes implicitamente para esses deficientes "fazerem-se à vida" porque não é ao Estado que calha esta fatia de responsabilidade.

Então como é que ficamos?

Pare terminar quero dizer que esta resposta mais aguda não tem qualquer carácter pessoal. Acho que já demonstrei em outros tópicos que aceito críticas e opiniões contrárias sem qualquer problema. Agora, por favor, lê o que eu escrevo (eu faço isso antes de responder) e fala do que eu estou a falar! ;)

cumps,
+cjseven