←  E-commerce

Loja de comércio variado

Lida 42298 vezes

Offline

xploit 
Membro
Mensagens 67 Gostos 0
Troféus totais: 19
Trófeus: (Ver todos)
Super Combination Combination Topic Starter Level 4 Level 3 Level 2 Level 1 50 Posts 10 Posts First Post

Boas pessoal, sou novo por aqui antes de mais gostaria de felicitar esta comunidade que já se faz "ouvir" em muito sitio, vim a conselho de um amigo para tirar as minhas dúvidas e ajudar no que posso claro!
Portanto é o seguinte eu tenho acesso a uns fornecedores estrangeiros mais precisamente dos USA, e eu consigo comprar material a unidade a preços de fábrica e vender cá (Portugal ou outros paises) a preços baratos mas que obviamento já obtenho uma margem de lucro, a minha ideia é então criar uma loja online visto ser programador e achar ser uma boa aposta, e colocar lá os meus produtos (dos USA) com preços estipulados por mim, depois cada pessoa que comprar os produtos na minha loja e com o meu preço pagará por paypal ou transf. bancária a mim, e eu contactarei e pagarei um valor inferior aos meus fornecedores nos USA dizendo que quero X produtos para a morada Y e eles enviam directamente de lá para a pessoa que comprou os produtos na minha loja, e eles não enviam nenhum recibo no interior ou exterior da encomenda, portanto aqui levanta-se duas realidades, que é o facto dos produtos puderem ficar retidos na alfândega e o problema da factura para os trabalhadores da alfândega puderem aplicar as devidas taxas isto é uma situação que o cliente já está ciente dessa possiblidade de ficar retido(está nos termos e condições de compra), mas o que realmente se põe em questão é que o cliente compra na minha loja e recebe uma "factura" no seu email com os produtos que comprou.. Não sendo eu empresa e muito menos empresário individual posso ter problemas com isso? do género o produto fica retido na alfândega o cliente que comprou na minha loja envia o comprovatido de pagamento da minha loja com os produtos comprados a preços estipulado por mim para lhe puderem desalfandegar a encomenda ... Não há problema nisto? os meus fornecedores por cada compra que eu faça a eles directamente fico sempre com um recibo paypal como comprovatido do que paguei e a quem.. mas isto sou eu, o cliente so vai ter um recibo de pagamento do que pagou na MINHA loja com os MEUS preços..Posso fazer isto desta forma sem me preocupar com problemas fiscais? O que devo ter em conta? Gostaria da vossa opinião sobre as minhas dúvidas e sobre o que acham deste tipo de actividade.

Agradeço de antemão as vossas respostas ;)
Offline

Santo 
Membro
Mensagens 1657 Gostos 4
Troféus totais: 31
Trófeus: (Ver todos)
Windows User Super Combination Combination Topic Starter 10 Poll Votes Poll Voter Level 5 Level 4 Level 3 Level 2

Sem dúvida que corres um risco. Além disso normalmente produtos vindos do USA pagam taxas alfandegárias, ou seja, se envias directamente para o cliente este poderá incorrer em taxas adicionais da alfandega.
Offline

JoseOliveira 
Membro
Mensagens 526 Gostos 4
Troféus totais: 30
Trófeus: (Ver todos)
Linux User Mobile User Super Combination Combination Topic Starter 10 Poll Votes Poll Voter Level 5 Level 4 Level 3

Olá xploit, bem-vindo!

Imagina que eras um cliente teu e o produto ficava na alfândega, ainda que estando nos termos e condições. Envolvia contactar contigo, ir à alfândega, eventualmente pagar taxas alfandegárias (e ficar a conhecer a tua margem de lucro). Ficarias com uma boa impressão? Acho que não.

A sugestão seria ou teres algum stock contigo se forem produtos de custo reduzido, ou colocar nos termos e condições que poderá demorar alguns dias, já que são importações e tratas tu de tudo, chegando ao cliente de modo eficaz. Do ponto de vista do cliente isso dá uma imagem muito melhor.

Vê ainda este tópico que pode ajudar a dar pistas em relativas a questões fiscais... http://forum.maistrafego.pt/index.php?topic=10433.0

Fica ainda a sugestão de deixares umas linhas de intervalo nos textos, melhora a legibilidade ;)
Offline

xploit 
Membro
Mensagens 67 Gostos 0
Troféus totais: 19
Trófeus: (Ver todos)
Super Combination Combination Topic Starter Level 4 Level 3 Level 2 Level 1 50 Posts 10 Posts First Post

Citar
Sem dúvida que corres um risco. Além disso normalmente produtos vindos do USA pagam taxas alfandegárias, ou seja, se envias directamente para o cliente este poderá incorrer em taxas adicionais da alfandega.

Sim é um facto e isso está mencionado nos termos e condições também, sabemos que por exemplo a zappos entre outras milhentas

lojas enviam produtos para Portugal ou outros paises e lembram ao cliente que puderá ocorrer taxas adicionais não se responsabilizando

por isso, e acho que é uma realidade que os consumidores da internet já tem conhecimento porque preços bons tem sempre essas controvérsias, infelizmente...


Citar
Olá xploit, bem-vindo!

Imagina que eras um cliente teu e o produto ficava na alfândega, ainda que estando nos termos e condições. Envolvia contactar contigo, ir à alfândega, eventualmente pagar taxas alfandegárias (e ficar a conhecer a tua margem de lucro). Ficarias com uma boa impressão? Acho que não.

A sugestão seria ou teres algum stock contigo se forem produtos de custo reduzido, ou colocar nos termos e condições que poderá demorar alguns dias, já que são importações e tratas tu de tudo, chegando ao cliente de modo eficaz. Do ponto de vista do cliente isso dá uma imagem muito melhor.

Vê ainda este tópico que pode ajudar a dar pistas em relativas a questões fiscais... http://forum.maistrafego.pt/index.php?topic=10433.0

Fica ainda a sugestão de deixares umas linhas de intervalo nos textos, melhora a legibilidade Wink


Ai está a questão chave de tudo isto, é que o cliente ao comprar na minha loja receberá no seu email após compra confirmada um email com uma factura a dizer

X produtos com os respectivos valores, valores esses que eu decidi cobrar e que estão afixados na minha loja...

O cliente não pode simplesmente chegar a alfandega e mostrar o recibo de compra da minha loja? Se corro algum risco ao fazer isso gostaria de saber

se é um risco relevante ou se é um risco burocrático quase inaplicável derivado a abundância de actividades deste tipo na internet...

Em relação ao processo que falavas, de comprar criar um stock e depois enviar directamente para a pessoa, isto para mim não me compensa

porque eu como vendedor ia estar sujeito as taxas de alfangeda, teria mais trabalho(não sendo esse o factor X mas não deixa de ser um elemento de causa),

e perderia a grande vantagem que esses mesmo fornecedores pessoais me dão, eles enviam todas as encomendas para qualquer parte do mundo

a custo 0, não cobram portes de envio, logo se eu envia-se primeiro para mim e depois para o cliente ja teria que cobrar aos clientes pagamento de portes que não é o caso,

o fundamento desta loja resume-se assim, preços  baixos, portes grátis, taxas alfandegárias ao encardo do cliente...

Offline

Souza 
Elite
Mensagens 1816 Gostos 1
Troféus totais: 28
Trófeus: (Ver todos)
Super Combination Combination Topic Starter 10 Poll Votes Poll Voter Level 5 Level 4 Level 3 Level 2 Level 1

Eu não compro duas vezes de um vendedor no ebay que simplesmente redireciona pedidos. Aconteceu-me duas vezes. O modelo de negócio dificilmente funcionará.
Offline

xploit 
Membro
Mensagens 67 Gostos 0
Troféus totais: 19
Trófeus: (Ver todos)
Super Combination Combination Topic Starter Level 4 Level 3 Level 2 Level 1 50 Posts 10 Posts First Post

Citar
Eu não compro duas vezes de um vendedor no ebay que simplesmente redireciona pedidos. Aconteceu-me duas vezes. O modelo de negócio dificilmente funcionará.

Cada um gosta do que gosta, eu se me puser do lado de cliente e arranja-se uma loja que me fornece-se material interessante com bons preços portes grátis e qualidade de serviço, ficaria um cliente

assíduo da mesma, todos os produtos na internet provém de fornecedores, sendo que a maioria tem sempre um stock de X produtos o que é bom, mas redireccionar produtos não deixa de ser bom também

só atrasa um pouco mais o final de compra, de resto o negócio pode funcionar normalmente, na minha opinião claro. Gostava que me pudessem ajudar nas dúvidas em relação ao problema que falei aqui

Citar
Ai está a questão chave de tudo isto, é que o cliente ao comprar na minha loja receberá no seu email após compra confirmada um email com uma factura a dizer

X produtos com os respectivos valores, valores esses que eu decidi cobrar e que estão afixados na minha loja...

O cliente não pode simplesmente chegar a alfandega e mostrar o recibo de compra da minha loja? Se corro algum risco ao fazer isso gostaria de saber

se é um risco relevante ou se é um risco burocrático quase inaplicável derivado a abundância de actividades deste tipo na internet...

Em relação ao processo que falavas, de comprar criar um stock e depois enviar directamente para a pessoa, isto para mim não me compensa

porque eu como vendedor ia estar sujeito as taxas de alfangeda, teria mais trabalho(não sendo esse o factor X mas não deixa de ser um elemento de causa),

e perderia a grande vantagem que esses mesmo fornecedores pessoais me dão, eles enviam todas as encomendas para qualquer parte do mundo

a custo 0, não cobram portes de envio, logo se eu envia-se primeiro para mim e depois para o cliente ja teria que cobrar aos clientes pagamento de portes que não é o caso,

o fundamento desta loja resume-se assim, preços  baixos, portes grátis, taxas alfandegárias ao encardo do cliente...

Cumps
Offline

xploit 
Membro
Mensagens 67 Gostos 0
Troféus totais: 19
Trófeus: (Ver todos)
Super Combination Combination Topic Starter Level 4 Level 3 Level 2 Level 1 50 Posts 10 Posts First Post

Vá la uma ajudita pessoal este projecto é para arrancar e ta tudo dependente desta grande dúvida...
Offline

Souza 
Elite
Mensagens 1816 Gostos 1
Troféus totais: 28
Trófeus: (Ver todos)
Super Combination Combination Topic Starter 10 Poll Votes Poll Voter Level 5 Level 4 Level 3 Level 2 Level 1

Epa, se achas que inventaste a pólvora, força, segue em frente. Depois constatas o que eu disse.

Estares a impor ao cliente burocracias é o pior que há. Ter de ser ele a resolver problemas de alfândega? Vai lá vai... Nem eu gosto de lidar com eles, que já estou habituado.

Pode parecer-te uma ideia brilhante, mas não é.

Encontraste um fornecedor nos EUA? Olha, encontrei um na China (Mas já há uns anos lol), www.DealExtreme.com . Olha-me a quantidade de material que estes gajos conseguem, achas que não era facilitismo a mais copiar a base de dados, meter tudo em PT e começar a vender?

O cliente final gosta do "toma lá, dá cá". Se te vais dirigir ao consumidor que não lida com a net (Sim, porque o que lida é suficientemente esperto para fazer compras no sítio certo) tens de colocar a encomenda rapidamente em casa e não impingir dificuldades aduaneiras.
Offline

xploit 
Membro
Mensagens 67 Gostos 0
Troféus totais: 19
Trófeus: (Ver todos)
Super Combination Combination Topic Starter Level 4 Level 3 Level 2 Level 1 50 Posts 10 Posts First Post

Citar
Epa, se achas que inventaste a pólvora, força, segue em frente. Depois constatas o que eu disse.

Estares a impor ao cliente burocracias é o pior que há. Ter de ser ele a resolver problemas de alfândega? Vai lá vai... Nem eu gosto de lidar com eles, que já estou habituado.

Pode parecer-te uma ideia brilhante, mas não é.

Encontraste um fornecedor nos EUA? Olha, encontrei um na China (Mas já há uns anos lol), www.DealExtreme.com . Olha-me a quantidade de material que estes gajos conseguem, achas que não era facilitismo a mais copiar a base de dados, meter tudo em PT e começar a vender?

O cliente final gosta do "toma lá, dá cá". Se te vais dirigir ao consumidor que não lida com a net (Sim, porque o que lida é suficientemente esperto para fazer compras no sítio certo) tens de colocar a encomenda rapidamente em casa e não impingir dificuldades aduaneiras.

hel.souza, estou a perceber perfeitamente o que me queres dizer, mas olha eu nunca disse que tinha inventado a pólvora nem por ai além... e além do mais estou ciente disso

tudo que me disseste e muito mais e conheco bem a dealxtreme como muitas outras lojas desse tipo... até aqui está tudo bem, mas não estou a perceber essa tua intervenção

em relação ao "cliente não quer o cliente não gosta" eu sei o que o cliente quer sempre o mais rápido barato e de confiança de compras online.. eu sei disso.. mas como deves

saber e volto a repedir existem milhentas lojas deste tipo que vou criar, so que em português so conheço 3 e 3 dessas que são brasileiras, e que nem tem 40 produtos na loja,

eu penso inserir 2000 a 3000 produtos, criar reviews a falar dos produtos, investimento em publicidade, banners publicitários e campanhas, não estamos própriamente a falar de

uma loja online a "manuel dos cavalos" so com produtos e ta a andar de mota, contudo agradeço a tua preocupação ao quereres fazer me ver os pontos negativos deste negócio

mas nessa parte de alfandega, e do "toma la dá cá" estou esclarecido... a questão é se posso vender os produtos da minha loja, e as pessoas pegarem no recibo da minha loja que recebem

no email e irem a alfandega desalfandegar a encomenda com esse mesmo recibo vou ter algum problema?

Offline

asturmas 
Administrador
Mensagens 19734 Gostos 49
Feedback +2

Troféus totais: 39
Trófeus: (Ver todos)
Mobile User Windows User Super Combination Combination Topic Starter 100 Poll Votes 50 Poll Votes 10 Poll Votes Poll Voter Poll Starter

Desculpa que te diga mas eu concordo a 100% com o hel.souza
Não tem logica nenhuma um cliente comprar numa loja portuguesa e aparecer-lhe um produto vindo dos USA....
O cliente espera uma entrega em 2-3 dias e vais lhe dar quase um mês de espera?
Offline

Rodrigues 
Membro
Mensagens 1786 Gostos 1
Feedback +5

Troféus totais: 26
Trófeus: (Ver todos)
Super Combination Combination Topic Starter 10 Poll Votes Poll Voter Level 5 Level 4 Level 3 Level 2 Level 1

Não te metas nisso que não vai funcionar e só te vai trazer problemas. Lê os conselhos que te estão a dar.
Offline

xploit 
Membro
Mensagens 67 Gostos 0
Troféus totais: 19
Trófeus: (Ver todos)
Super Combination Combination Topic Starter Level 4 Level 3 Level 2 Level 1 50 Posts 10 Posts First Post

Em média demora uns 8 dias a chegar cá em portugal isto senão for parar a alfandega, mas se tiver que dar um mês de espera será total responsabilidade do cliente, tenho

isso tudo escrito nos termos e condições, faço avisos do tempo que demora as encomendas e o cliente antes de comprar terá que concordar com esses termos e condições,

portanto não vejo onde está o vosso espanto e ainda não consegui perceber esta admiração toda, eu não sei que nível de experiência de compras e lojas online voçês têm,

mas gostava que tivesse nocção que isto é um modelo de negócio como tantos outros, sinceramente não percebo toda essa interrogação/admiração perante este modelo,

qualquer das formas o ponto que gostaria que me esclarecessem não tocam , o que me parece quanto a mim um pouco

offtopic fazer comentários deste tipo:

Citar
Desculpa que te diga mas eu concordo a 100% com o hel.souza
Não tem logica nenhuma um cliente comprar numa loja portuguesa e aparecer-lhe um produto vindo dos USA....
O cliente espera uma entrega em 2-3 dias e vais lhe dar quase um mês de espera?


ou este

Citar
Não te metas nisso que não vai funcionar e só te vai trazer problemas. Lê os conselhos que te estão a dar.

Vejam o meu tópico e vejam o que disseram nele se me vai valer de alguma coisa, o que pude obter de vós até agora foi a vossa opinião, que respeito e gosto de saber como é obvio...

Mas eu gostava que me ajudassem nas dúvidas que tenho... e que dessem conselhos perante a prática deste modelo, sugestões, são bem vindas, mas não fugiremos

as condições deste negócio que já disse quais são e o seu funcionamento, não houve um comentário que fosse ao ponto.

Perante a minha pergunta desde o segundo do post:

Citar
... a questão é se posso vender os produtos da minha loja, e as pessoas pegarem no recibo da minha loja que recebem

no email e irem a alfandega desalfandegar a encomenda com esse mesmo recibo vou ter algum problema?

Se ainda assim não foi claro eu reforço, desculpem a maneira mas é para não restar dúvidas, não se importem com o tempo que demora, as datas, os clientes tão cientes disso

e so compra quem quer, nimguém é obrigado a comprar na minha loja com as regras de funcionamento da mesma, não precisam de se "preocupar" por mim em relação

aos meus clientes, quero é saber em termos legais o que eu deva fazer para puder prosseguir com o projecto.


Já agora deixo-vos aqui um exemplo mais ao menos do modelo que pretendo fazer:

link: http://www.encomendasdachina.com ou esta http://www.presentesdachina.com (devem ser do mesmo dono)

pelo o que percebi e uma loja brasileira que envia directamente dos fornecedores, para todo o mundo e "diz-se" no "contrato" da mesma que é uma empresa....

o link directo para essa informação: http://www.encomendasdachina.com/pagina.php?info_id=13



Obrigado a todos

Offline

johnnnson 
Membro
Mensagens 48 Gostos 0
Troféus totais: 18
Trófeus: (Ver todos)
Super Combination Combination Topic Starter Poll Voter Level 3 Level 2 Level 1 10 Posts First Post Karma

Sinceramente, acho que tas a cair num erro grande, que é fazer dropshiping de sites americanos, qualquer dos sites americanos que existem já existe de certeza um europeu tão bom como o americano e ai não caias no problemas das alfandegas!

Antes de responder a tua questão gostava de levantar alguns pontos:

1 - Nenhum dos portais é uma loja mas sim um simples tradução em que tem nomes diferentes por uma questão de SEO ou Marketing e isso é reconhecido pelos o próprio link que enviaste:

Citar
O EncomendasDaChina é uma empresa chinesa, um canal de vendas de electrónicos e acessórios. ;

Resumindo, o EncomendasDaChina é um portal para intermediação em língua portuguesa

Resumindo, tu nunca poderias funcionar sobre o mesmo sistema porque não detens a empresa "mãe".

2 - Sinceramente penso que nenhum cliente, num mercado como o electrónico, porque sim sou daqueles que considera a internet um mercado só, irá aceitar esperar 8 dias pela a encomenda. Mesmo considerando o mercado europeu existe demasiadas alternativas hoje em dia que faz com que seja difícil para um cliente aceitar 8 dias de tempo de entrega.

3 - Em caso de avaria como pensas resolver a questão. Qualquer produto electrónico vendido dentro da União Europeia é obrigado a oferecer pelo o menos 1 ano de garantia e alguns são 2 anos. Mesmo sendo roupas ou outro tipo de produtos tens que contar com defeitos.

4 - Tendo o problema do ponto 3 resolvido, imaginemos o pior cenário possível, o cliente devolve o produto para os Estados Unidos ficando la na alfandega Americana, durante 1 mês, depois de trocado o produto volta para Portugal e volta a ficar retido na alfandega Portuguesa, durante mais 1 mês, adicionando a estes 2 meses, 1 mês de espera na alfandega Portuguesa. Este cenário é altamente improvável, mas não é impossível, logo tens que o ter em conta. Sinceramente com que fama achas que a tua loja irá ter após por um cliente a espera 3 meses. Contando que tens pouco tempo no mercado isto dará má fama a empresa, coisa que facilmente passa de boca em boca nos dias que correm.

Mais situações poderiam ser levantadas, mas penso que estas já te põem a pensar um bocado.

Agora respondendo a tua questão.

Penso que o valor do teu recibo não terá grande valor, pois a encomenda vem dos Estados Unidos e não de Portugal.



Offline

xploit 
Membro
Mensagens 67 Gostos 0
Troféus totais: 19
Trófeus: (Ver todos)
Super Combination Combination Topic Starter Level 4 Level 3 Level 2 Level 1 50 Posts 10 Posts First Post

Antes de mais muito obrigado pelo o teu post johnnnson fiquei defacto a pensar e realmente tens razão em todos os pontos... Perante isto eu vou te dar os meus argumentos:

Citar
1 - Nenhum dos portais é uma loja mas sim um simples tradução em que tem nomes diferentes por uma questão de SEO ou Marketing e isso é reconhecido pelos o próprio link que enviaste:

Citar
O EncomendasDaChina é uma empresa chinesa, um canal de vendas de electrónicos e acessórios. ;

Resumindo, o EncomendasDaChina é um portal para intermediação em língua portuguesa

Resumindo, tu nunca poderias funcionar sobre o mesmo sistema porque não detens a empresa "mãe".

Não sabia foi ignorância da minha parte, então como puderia eu funcionar neste modelo legalmente?




Citar
4 - Tendo o problema do ponto 3 resolvido, imaginemos o pior cenário possível, o cliente devolve o produto para os Estados Unidos ficando la na alfandega Americana, durante 1 mês, depois de trocado o produto volta para Portugal e volta a ficar retido na alfandega Portuguesa, durante mais 1 mês, adicionando a estes 2 meses, 1 mês de espera na alfandega Portuguesa. Este cenário é altamente improvável, mas não é impossível, logo tens que o ter em conta. Sinceramente com que fama achas que a tua loja irá ter após por um cliente a espera 3 meses. Contando que tens pouco tempo no mercado isto dará má fama a empresa, coisa que facilmente passa de boca em boca nos dias que correm.

Sim os produtos têm garantia (os meus fornecedores dão), tendo realmente esse incomodo de o produto ter que ir para trás e posteriormente vir o novo sujeito ainda assim a uma segunda averiguação

da alfandega = taxas = pagar otra vez, mas é das tais coisas que o cliente também vai ter que arcar tenho declarado nos termos e condições esses aspectos também

conheco lojas que fazem o mesmo, é defacto um ponto negativo para a lista boa observação.



Citar
2 - Sinceramente penso que nenhum cliente, num mercado como o electrónico, porque sim sou daqueles que considera a internet um mercado só, irá aceitar esperar 8 dias pela a encomenda. Mesmo considerando o mercado europeu existe demasiadas alternativas hoje em dia que faz com que seja difícil para um cliente aceitar 8 dias de tempo de entrega.

Nenhum não seria tão radical, mas sim é um facto que 70% dos utilizadores não iriam comprar sabendo o tempo que iria demorar, o principal factor desta loja

é que estamos a falar primeiro de produtos realmente interessantes, marcas brancas sim, mas com preços extremamente competitivos, vou te dar um exemplo prático de um item que

puderei vender, uma caneta spy de 2gb(com camera incorporada) pvp de 23€, é um preço muito bom relativamente ao mercado deste género de produtos, e depois vou ter muitos

mais produtos eletrónicos com preços assim, na minha opinião baixos, eu testei o mercado e consegui vender muita coisa através do ebay e de nichos mais pt como o miau, e

reparo com agrado que as pessoas compram mesmo sabendo "as regras do jogo", outro factor de real importância a meu ver é o facto de os portes serem totalmente gratuitos

penso que isso aliado a preços baixos pode quase igualar a situação da alfandega, "um no cravo outro na ferradura", outra coisa que terão todas as encomendas é um trackNumber

para o cliente saber sempre onde está a sua encomenda comodamente atraves do site dos ctt, pretendo também atacar os mercados do estrangeiro visto a loja possuirá 2 linguas

PT e EN, mas inicialmente quero atacar o mercado brasileiro e português será que mesmo assim tendo todos estes pontos para mim vitais para o sucesso

desta loja, estarei defacto a cometer um erro? Não quero ficar com aquele gostinho de "projecto que nunca tentei" mas também não cria meter me numa alhada

até agora na balança para mim está ela por ela.. PREÇOS BAIXOS + PORTES GRATIS - ALFANDEGAS + LEGALIZAÇÕES=  :-k



Citar
Agora respondendo a tua questão.

Penso que o valor do teu recibo não terá grande valor, pois a encomenda vem dos Estados Unidos e não de Portugal.
Pois também pensei dessa forma.. então como puderia fazer? é o único comprovativo que o cliente fica, portanto não vejo outra solução, nem sei se é legal ou não

era isto que queria mesmo saber, não vá ter problemas com a policia por causa disso..



E agora vou tentar deixar-te a pensar também hehe aqui vai:

Quantas lojas na U.E conheçes que pratiquem preços deste calibre(quase 300% mais barato) que tenha a tua lingua portuguesa que enviam as coisas sem pagares portes com direito

a tracknumber?

:P



Offline

johnnnson 
Membro
Mensagens 48 Gostos 0
Troféus totais: 18
Trófeus: (Ver todos)
Super Combination Combination Topic Starter Poll Voter Level 3 Level 2 Level 1 10 Posts First Post Karma

Mas em relação ao tua proposta dos 23E 2GB Spy Pen.

Vê-me esta: £20.99  (+/- 24E), vindo da china (recai igualmente pela a situação da alfandega) mas em x de ser 2gb é de 4gb. Ahh e com portes gratis. Mas encontras outros problemas como poderás encontrar no teu caso que é a demora na entrega + de 8 dias. Produto vindo da China o que dificulta a devolução.

Como podes ver consegues arranjar preços para todos os gostos, mas a primeira coisa que deves saber quando estás a iniciar uma loja online, ou a vender no miau ou ebay, o preço não é tudo. As pessoas preferem pagar mais 10E se for preciso e saber tudo e todas as condições da compra de um produto do que pagar menos 10E e saber a "cantiga" pela a metade.

Mais questoes podiam ser levantadas mas agora não tenho tempo.

De qualquer das maneiras boa sorte e tenta arranjar uma alternativa!