← SEO

Google-SEO ou PPC?

Lida 1377 vezes

Offline

Nuno Mota 
Membro
Mensagens 42 Gostos 0
Troféus totais: 17
Trófeus: (Ver todos)
Super Combination Combination Topic Starter Level 3 Level 2 Level 1 10 Posts First Post Karma Eighth year Anniversary

Podem trocar informações sobre SEO.
Sei que não existem milagres mas existem formas de fazer aparecer um site no Google sem ser pelo nome do mesmo!
Este tópico surge para dar ideias para SEO no Google. Participa!
Offline

Nuno Mota 
Membro
Mensagens 42 Gostos 0
Troféus totais: 17
Trófeus: (Ver todos)
Super Combination Combination Topic Starter Level 3 Level 2 Level 1 10 Posts First Post Karma Eighth year Anniversary

SEO
Neste documento vou dar algumas sugestões de SEO, sempre tendo em atenção que cada caso é um caso, o que para alguns casos pode traduzir-se em resultados práticos, para outros o mesmo modo pode não obter os mesmo resultados, tudo isto devido a ninguém conhecer perfeitamente os critérios de indexação dos principais motores de busca, nomeadamente o Google.
Claro que existe uma forma eficaz e precisa de um determinado site aparecer na 1ª página dos SERP’s, o PPC, que em minha opinião deve acompanhar pelo menos o lançamento de um determinado site, caso o PPC não seja usado, será sempre muito díficil e incerto que um site apareça nos resultados orgânicos das buscas das pessoas que realmente interessam  que visitem o site, ainda mais quando se trata de um site de comércio electrónico.
Certamente que é dificil convencer os clientes que esta é uma forma que deverá ser adoptada, mas sem dúvida que pode garantir que o seu site não seja uma ilha.
Os resultados são completamente rastreáveis e controláveis. Se esta  forma não estiver a ter o sucesso ambicionado, é simples deixa de ser uma opção válida.
Referir ainda que o seu custo é relativamente pequeno se comparado com outras formas de publicidade.
É fácil de ver que a minha opinião é no sentido de utilizar o PPC.
Nos dias que correm tempo é dinheiro, deixo a pergunta o que será mais rentável, optar por campanhas PPC ou perder tempo e dinheiro a pensar e aplicar estratégias de optimização do site que não garantem a 100% resultados? Se pensarmos um pouco vemos que o “segredo” no que respeita aos algoritmos utilizados pelo Google é a alma do seu negócio.
Dicas de como melhorar a posição no Google
•   Domínio contextualizado
É dificil fazer entender a um cliente que o domínio do site não deverá ser o nome da empresa(quando este não tem nada a ver com os produtos e serviços da empresa) ,quando este não está no top of mind do seu segmento alvo,  o que quero dizer é que a escolha do domínio é importante para traduzir a identidade da empresa de modo a que seja rapidamente percepcionado pelos potenciais clientes e pelos motores de busca qual o ramo de negócio que a empresa se insere.
Contribui de igual modo para o aparecimento do site na primeira página dos resultados orgânicos quando as pessoas digitarem o nome dos produtos e/ou serviços no motor de busca.
•   Inclusão de um Site map XML
 É importante em  sites de conteúdo dinâmico.
Sites com páginas que não podem ser encontradas facilmente.
Sites novos.
Considero que é importante para ajudar os visitantes a encontrar as páginas do site. Funciona como um mapa do site com links para todas as páginas do site, além de ser mais uma maneira de sermos indexados pelo Google.
Saiba mais aqui
•   Alt Tag nas imagens
Contribui para o aumento do tráfego e ranking nos motores de busca do site.
O atributo tag é útil por exemplo quando uma imagem não é completamente carregada aparecendo assim o texto alternativo.
 A alt tag é utilizada pelo Google para definir as palavras chave pelas quais o site será indexado e também para as imagens aparecerem no Google imagens.
Saiba mais aqui
•   Link building
Existem várias formas de apontar links para um determinado site, desde do reconhecido e, proveitoso em muitos casos marketing por afiliação, até a simples indexação a directórios.
Depois de analisar o site é necessário e relativamente simples fazê-lo constar dos diversos directórios existentes, desde os mais abragentes aos mais específicos.
Esta forma traz com certeza mais visibilidade a um site, por fazê-lo aparecer ainda que por vezes de uma forma indirecta nas primeiras páginas dos resultados orgânicos.
Relativamente ao marketing por afiliação dizer apenas que os parâmetros e objectivos deverão ser claramente e previamente estipulados, e de fácil medição dos seus resultados por ambas as empresas afiliadas.
Conteúdos relevantes e actualizados
Como referi no início,  cada caso é um caso, é óbvio que muitas vezes o dia a dia das empresas não permite fazer as devidas actualizações aos conteúdos do site, além do que existem as limitações próprias de cada negócio.
Isso não justifica que um site permaneça estático, sem novidades, sem textos, informações relevantes, no fundo demasiadamente institucional e impessoal. Se pensarmos como meros visitantes, chegamos facilmente à conclusão que quando visitamos um site queremos absorver algum “sumo” que o site possa ter, senão o tiver rapidamente saímos e nunca mais o queremos nem nos lembramos de o visitar.
Por isso a importância dos conteúdos serem relevantes e frequentemente actualizados, desta forma os conteúdos estão propícios a serem linkados pelos visitantes, construíndo assim links externos e, logo votos para que a página suba nos rankings das SERP’s.
Há muito trabalho a fazer, informações pormenorizadas sobre os produtos e/ou serviços, imagens apelativas, links úteis,  porque não gadget’s, enfim, embora às vezes possa parecer que não há muito mais a fazer, existe sempre algo que podemos melhorar.
Ora para finalizar este tema, referir que os conteúdos relevantes e actualizados são de extrema importância para que um site possa aparecer nas primeiras páginas dos SERP’s, olhemos por exemplo para o sucesso dos blogs.
Meta description/meta keywords
Meta tags keywords –a importância das keywords  tem na minha opinião vindo a diminuir com o evoluir dos tempos e com  a própria saturação das mesmas, penso que deixou de ser o principal critério de definição do ranking dos sites.
Mas existem alguns cuidados a ter, não se deve escolher palvaras chave long tail, por exemplo se um site é sobre  a industria têxtil, não vale a pena usar palavras com têxteis lar, têxtil, roupa, vestuário, entre outras, essas palavras têm muita concorrência pelo que usá-las é quase a mesma coisa que não usá-las.
Existem várias formas e ferramentas que ajudam a escolher as palavras chave, mas é importante que isso seja feito antes de fazer o site. O que quero dizer é que o site deverá estar optimizado para  as palavras chave escolhidas, elas deveram aparecer no H1, H2 e H3 do site, não podem somente aparecer no meta keywords, isso é insuficiente.
Saiba mais aqui
Sub pastas e ficheiros com descrição contextualizada
Por vezes este factor não tem a devida atenção pelas pessoas que compõe o site,  e este poderá ser crucial para a visibilidade do site. A descrição contextualizada em vez de números é de senso comum e praticado pela maioria das empresas, mas tenho ideia que poderá ir além do que é geralmente usado, por exemplo em vez de pormos o nome contactos na sub página onde estão inseridos os contactos da empresa, porque não colocar  palavras chave escolhidas para o site com a respectiva descrição!
Marketing viral
Como é sabido a força das redes sociais têm vindo a aumentar ao longo dos últimos tempos, e quem quiser acompanhar as tendências  emergentes para obter resultados práticos para a sua empresa, obrigatoriamente terá que usá-las. Não o vou fazer perder tempo com  análises detalhadas sobre as diversas redes sociais já existentes até porque já são sobejamente conhecidas. Quero apenas salientar que estas tecnologias são feitas e usadas por PLM (people like me), daí a sua credibilidade e o seu caractér pessoal, as informações e dados pessoais (além da simples divulgação da empresa) que podemos obter a partir delas poderão ser um “trunfo” a usar no relacionamento com as pessoas.
Referir que existem variadíssimas formas de fazer Marketing viral, desde email marketing, newsletters, blogs, twitter, fóruns, entre outras, e que  podem proporcionar o chamado Online Reputation Management (gestão da reputação da empresa online), cabe aos seus responsáveis definir quais as que se adequam à sua empresa.

Publicidade  offline/online
Não vou perder muito tempo a definir ou a apontar a melhor maneira de efectuar publicidade  a sites pelos meios tradicionais, não pela sua importância mas sim porque está sempre dependente da abertura e capacidade de investimento da empresa. Sim, entendo que a aposta na publicidade tradicional é um investimento, que pode trazer o retorno ambicionado quando bem investido, é necessário arriscar primeiro para tirar proveito depois.
A aposta de uma empresa na publicidade offline deve ser feita nos meios que lhe proporcionem chegar aos seus segmentos alvos da forma mais económica e objectiva possível .
A publicidade em sites de referência é outra alternativa que as empresas têm para divulgar os seus produtos e/ou serviços, mais uma vez reforçar a ideia que  deve ser feita tendo sempre em conta o segmento alvo e o contexto da empresa.
Offline

Nuno Mota 
Membro
Mensagens 42 Gostos 0
Troféus totais: 17
Trófeus: (Ver todos)
Super Combination Combination Topic Starter Level 3 Level 2 Level 1 10 Posts First Post Karma Eighth year Anniversary

Comentem se quiserem!